Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 30 de abril de 2015

A COISA TÁ PRETA

Valmir cobra taxa de inscrição na corrida do trabalhador


A situação da prefeitura de Parauapebas está tão crítica que o prefeito Valmir já está apelando para arrecadar dinheiro em evento comemorativo do trabalhador. Todo 1º de maio há esse evento que já faz parte do calendário cultural do município e sempre foi apoiado pela prefeitura. A diferença, é que nesse ano a Secretaria de Esporte e Lazer administrada pelo "grande desportista e competentíssimo secretário" João do Feijão está cobrando $20,00 de taxa de inscrição. 

Portanto, quem quiser correr, terá que participar com esse valor para bancar o evento da pobre prefeitura de Parauapebas. Vamos lá gente. Mesmo que você não corra, se inscreva e contribua com $20,00 para ajudar a tirar a prefeitura do buraco. Quem diria!

Um chefe baixo astral


De vez em quando o município de Parauapebas passa por uma crise. Isso é normal e faz parte do ciclo de desenvolvimento. Só que dessa vez, tivemos um diferencial que agravou ainda mais a crise e está tirando o sono de muita gente: a incapacidade e o baixo astral do prefeito.

Em tempos de crise, o povo precisa de um comandante forte e decidido que anime, que incentive, que encoraje. O prefeito Valmir é o contrário de tudo isso. Está se mostrando um líder cansado, desmotivado e sem energia e criatividade para reagir. Quando alguém o procura para pedir uma luz, ele responde: "se prepare meu filho. Está ruim e vai piorar ainda mais." Além de ter afundado Parauapebas num atoleiro, o gestor ignora a situação do povo e ainda zomba desse povo com propagandas mentirosas e fantasiosas. Confia na impunidade a tal ponto de continuar praticando atos de improbidade administrativa.

Um chefe odiado


Nunca na história desse município, tivemos um prefeito tão odiado e desprezado como temos agora. Até os vereadores da base de apoio e o secretariado destratam-o sem a menor cerimônia. Antes, tomavam o cuidado de esconder a insatisfação. Agora, já falam em público que não veem a hora de se livrarem desse prefeito. 

Aí a falsidade impera. Tem vereador e secretário que faz o jogo do poder, mas, nos bastidores está xingando o Valmir com nomes que nem me atrevo a escrever aqui. A ordem é tirar proveito enquanto é tempo e ficar torcendo pela visita da Polícia Federal e do GAECO a Parauapebas. Se isso acontecer, muitos puxa-sacos de plantão vão falar na maior cara dura: "eu não falei que o velho ia cair!"

Zacarias se revela


Os cidadãos que frequentam a câmara nos dias de sessão já estão com saudade do João do Feijão. Na sessão do dia 28, ele resolveu dar uma passadinha por lá e foi recebido efusivamente pelos presentes, criando um clima de constrangimento na tribuna. As comparações são inevitáveis e a mais recorrente é a de que pelo menos João do Feijão ficava calado ao invés de falar abobrinha. Vá entender esse povo!

quarta-feira, 29 de abril de 2015

SESSÃO DE 28 DE ABRIL - GOVERNO DÁ UM TIRO NO PÉ (OU FOI NO S...?)

Na sessão dessa terça, 28 de abril presenciamos mais uma vez o desespero do governo Valmir e sua base aliada na Câmara. Após uma manobra dos governistas que impediu a entrada do projeto de reajuste dos servidores na pauta na sessão anterior, foi aberta uma verdadeira campanha de linchamento dos vereadores da oposição, o conhecido G-7. Um comunicado do governo foi repetido exaustivamente nos meios de comunicação onde acintosamente atribuíam toda a culpa à oposição pelo não reajuste. A campanha foi tão violenta que valeu aquela máxima: "uma mentira repetida várias vezes se torna verdade".

Como se não bastasse a campanha difamatória, o governo convocou servidores para lotarem a câmara na sessão do dia 28 de abril. Da forma como a discussão do projeto foi direcionada, os vereadores governistas tinham a absoluta certeza de que mais uma vez não seria aprovado e os servidores revoltados promoveriam um quebra-quebra e linchariam os vereadores do G-7. Para você entender: legalmente o projeto teria que passar por duas comissões - Comissão de Constituição e Justiça e Comissão de Finanças e Orçamento. Se resolvessem seguir o Regimento, o projeto não entraria na pauta mais uma vez, pois a Comissão de Finanças e Orçamento não foi composta devido falta de entendimento do Solidariedade (SDD). Era tudo que o governo queria.

Tiro sai pela culatra


O prefeito até suspendeu o expediente e ordenou aos secretários que levassem todos à câmara. Com a câmara completamente lotada por servidores armados de faixas e cartazes, a guerra estava declarada e o resultado prometia ser catastrófico. Os vereadores da oposição perceberam o golpe que estava armado para eles e resolveram reagir. Mesmo descumprindo o regimento, resolveram votar o projeto e usaram a tribuna para denunciar a manobra. Falaram claramente que o prefeito estava tentando tumultuar a votação pois não tinha dinheiro em caixa para pagar o reajuste. Assim, colocaria a culpa na oposição e ganharia tempo.

O que era para ser o massacre da oposição, se transformou num massacre do governo. Cada vereador do G-7 foi aplaudido efusivamente a cada discurso, enquanto os vereadores governistas eram vaiados de forma vexaminosa. A vereadora Eliene chegou a dizer que se o governo diminuísse um pouco a corrupção, o vale alimentação que estava sendo proposto para $400,00 poderia chegar a $500,00. Foi uma péssima ideia o governo querer usar os servidores como massa de manobra. Quem teve essa ideia se esqueceu que o servidor tem pensamento próprio e inteligência para perceberem a realidade.

Bota fogo no sofá


Você conhece a história do marido traído? Um marido chega em casa e encontra a sua esposa se agarrando com o Ricardão no sofá. Revoltado, ele resolve botar fogo no sofá, e assim resolve o problema do chifre.

Foi mais ou menos isso que aconteceu ontem com o presidente vereador Brás. Para tentar resolver os problemas das vaias disse que baixaria uma portaria proibindo os assessores da casa de vaiarem vereadores. E engrossou a voz para avisar que quem descumprisse seria demitido e nunca mais voltaria lá. Será que o Brás se esqueceu que a ditadura acabou? Quer dizer que os pobres vereadores não tem mais direito de decidir sobre seus assessores? Daí lembrei-me da frase de uma música do Zé Geraldo: "quanto mais conheço os ditadores, mais eu amo meu cachorro".

Prefeito Valmir tem novo líder na câmara


Ontem o vereador Miquinha (PT?) fez um discurso que deixou o Odilom preocupado. Se o Valmir tiver um pouco de inteligência, trocará seu líder de governo e nomeará o Miquinha. Ele que sempre ficava em cima do muro, ontem se declarou de vez. Defendeu com veemência o governo e atacou raivosamente seus colegas que fazem oposição. O homem estava tão transtornado que passou por cima do manual de boas maneiras e civilidade e negou "aparte" a dois vereadores durante o seu pronunciamento.

Miquinha foi muito vaiado e populares gritavam "traíra" enquanto ele falava. Militantes do Partido dos Trabalhadores já estão se mobilizando para pedirem a sua expulsão juntamente com a do Euzébio que é governista desde sempre. Sendo expulsos, os dois perderão os mandatos.

Vereador não sobrevive com o salário se não for corrupto


Pasmem! Mas essa frase foi dita por Odilom durante o seu discurso. Falou que nem sabe se quer continuar vereador, pois não vale a pena. Reclamou do baixo salário de apenas 9 mil reais, enquanto um secretário ganha 14 mil. Disse em alto e bom tom e está gravado para quem duvidar que se um vereador não for corrupto, não sobrevive com esse salário. 

Odilom ainda tentou consertar mas acabou se complicando mais ainda. Sempre disse que o vereador Odilom é um bom orador e merece respeito por seus posicionamentos. Porém, ultimamente têm andado muito nervoso e incomodado. Até entendo a sua situação, pois defender um governo como esse é uma tarefa quase impossível


Sol do Carajás é homenageado na Câmara



Ontem, além dessa gafe, o vereador Odilom passou três minutos do seu discurso falando do Blog Sol do Carajás. Até tirou uma cópia e mostrou da tribuna. Depois falou que não se importava com esse blog, pois o que vem de baixo não lhe atingiria. É bom o vereador repensar seus conceitos e ouvir um pouco mais seus assessores. Com o respeito que tenho ao Odilom, vou conceder-lhe uma assessoria gratuita: às vezes o que vem de baixo incomoda e muito. Veja o exemplo do homem que sentou sobre um formigueiro. Se realmente o Sol do Carajás não tem importância vereador, o melhor é não citá-lo. Ao citar o nome de um blog ou de um blogueiro durante o seu discurso, mesmo sendo para atacar, está atribuindo grande importância e promovendo-o. Tenho certeza que hoje o Lindolfo bateu todos os recordes de acesso. Mas se quiser continuar citando o blog, recomendo que cite o Blogdoluizvieira também. Meus honorários de participação do Google engordarão minha conta bancária e eu agradeço.




segunda-feira, 27 de abril de 2015

BARRIL DE PÓLVORAS

Nessa semana recomendo aos amigos todo o cuidado e toda cautela possível. Saia de casa só se for estritamente necessário, e esteja sempre acompanhado(a). Do contrário, se recolha, principalmente à noite. Fuja de qualquer tipo de provocação e evite passar qualquer tipo de informação por telefone ou pessoalmente em lugares públicos. A possibilidade de desfecho aos acontecimentos políticos está deixando algumas pessoas nervosas e imprudentes.

Parauapebas sempre foi um lugar de alta periculosidade, mas recentemente esse risco tem se recrudescido assustadoramente. Aqui se perde a vida por se discordar de alguém, principalmente se esse alguém tiver envolvimento com o poder. Aí todos os círculos se fecham, todos os caminhos acabam no abismo. 

Infelizmente, os crimes políticos ficam impunes, pois fazem parte de uma engrenagem poderosa onde tudo gira em torno da grana e de quem controla alguma fatia do poder. E não adianta espernear, protestar, envolver entidades de direitos humanos, a OAB, o Papa ou a ONU. Veja o exemplo do Altamiro Borba: rapidinho os criminosos foram presos, pois se tratava de crime comum. Já os demais, ficaram cobertos pelo manto da impunidade. Quem achar que estou exagerando, faça uma pesquisa dos assassinatos que ocorreram aqui em Parauapebas nos últimos anos.

O que fazer então? Ficar calado e deixar que o crime organizado tome conta de Parauapebas? A quem recorrer se os criminosos estão infiltrados em todos os órgãos? Isso nos dá uma sensação de impotência e a impressão de que tudo está perdido. Mas, observando mais de perto, percebemos que ainda vale a pena lutar, pois ainda há uma forte luz no fim do túnel.


Se nos últimos anos você fez alguma denúncia contra a corrupção ou se fez alguma crítica mais contundente ao poder, observe essas dicas de sobrevivência:


  1. Faça uma lista dos seus inimigos potenciais. Deixe que pessoas próximas de você conheça essa lista;
  2. Enfrente seus inimigos e deixe que a sociedade saiba quem são eles. O medo e o recuo lhe torna presa fácil;
  3. Escreva dossiês comprometedores sobre seus potenciais inimigos. Relate tudo o que achar de anormal e deixe pistas comprometedoras para que seja usada caso algo lhe aconteça;
  4. Mude sua rotina. Procure andar por caminhos diferentes para chegar em sua casa e observe qualquer situação anormal: um carro parado com vidros fumês e com pessoas dentro, uma moto fazendo o mesmo percurso atrás do seu carro, pessoas te observando ou com celulares apontados para você disfarçadamente;
  5. Evite falar qualquer coisa comprometedora por celular;
  6. Quando viajar, não informe o seu roteiro a ninguém por telefone e nem por SMS. Por rede social então, nem pensar;
  7. Caso se habilite, tire um porte de arma na Polícia Federal e treine tiro ao alvo. Andar armado sem porte é crime inafiançável e vai te comprometer;
  8. Se é do tipo que não abre mão de diversão, procure os lugares privados (casa de amigos ou a sua própria);
  9. Mantenha sua família atenta e não descuide dos seus filhos;
  10. Peça a proteção divina todos os dias e faça a sua parte. Assim, seus inimigos ficarão cegos diante de ti. 

quinta-feira, 23 de abril de 2015

SESSÃO DE 22 DE ABRIL - CIRCO É COISA DO PASSADO

Devido ao feriado de Tiradentes, a sessão da câmara municipal aconteceu ontem, 22 de abril de 2015. Numa tremenda falta de respeito e desprezo pela população, a mesma que deveria começar às 16 horas, só começou às 17:30h, e sem que nenhum vereador desse qualquer explicação aos cidadãos presentes.

Ouvi o seguinte comentário de um popular: "antes isso aqui era um circo e pelo menos a gente tinha diversão gratuita. Agora virou um espetáculo macabro". Achei bem pertinente o comentário do cidadão, dado ao nível dos debates que estão acontecendo ultimamente. Eu recomendaria ao Presidente da Câmara convocar uma ambulância para ficar de plantão nos dias de sessão como é feito nos jogos de futebol.

Servidores enganados


Alguns servidores públicos e o sindicato compareceram à sessão na expectativa de acompanharem a votação do reajuste salarial. Para decepção de todos, o projeto nem foi colocado na pauta pelo presidente, o que poderá deixar a categoria mais um mês sem o reajuste.

Houve uma guerra de informação onde a ala governista culpou os vereadores da oposição (G-7) de impedir a votação do projeto, enquanto o G-7 falou que estava pronto para votar a favor e que só não fez porquê o presidente não incluiu na pauta. 

Segundo a vereadora Eliene Soares (PT), o projeto veio completamente incompleto. "Não mandaram nem o impacto orçamentário, mesmo eu tendo solicitado insistentemente, mesmo assim, passaríamos por cima das questões legais e votaríamos para preservar os interesses dos servidores", ressaltou a vereadora.

Não sei o verdadeiro motivo do projeto não ter entrado na pauta, mas percebi claramente que houve uma tentativa acintosa de criar um fato para desgastar o grupo de oposição. É claro que circulará nas redes sociais essa contra-informação, mas é bom que o cidadão fique atento aos movimentos que o governo vem fazendo para tentar se equilibrar no fio da navalha. Ficaremos de olho na imprensa para ver a versão que circulará, pois há uma grande tendência de se divulgar apenas a versão de quem está pagando, por mais que se use o discurso da imparcialidade.

No mais, houve muito bate-boca, ofensas e até apelo religioso. Nem vale a pena citar aqui nesse espaço para não ofender aos leitores. Destaque positivo para os discursos do Zé Arenes e Pavão. 

PARAUAPEBAS AGORA CONTA COM UMA BANDA DE BAILE – 4º CRESCENTE

Informe publicitário



Atenção organizadores de eventos de Parauapebas e região. 4º Crescente é uma banda de baile formada por músicos de Parauapebas, especializada em festas de formaturas, casamentos, bailes e eventos em Geral. 


Com um repertório selecionado, que inclui dances anos 70, 80 e 90, Soul, MPB, Carimbó, Xote, Forro, Rock, Reggae e clássicos em geral, a banda tem tudo pra ser mais um grande sucesso em Parauapebas e Região. 

Vejamos a formação: - Angélica Nunes – cantora – que já é reconhecida por sua participação em festivais aqui do município e por sua belíssima voz.

Rafael Moreno – Cantor – Que trouxe ampla experiência musical do Rio de Janeiro para a cidade de Parauapebas. 

Edson Lima, Marcus Camilo – Guitarra e Baixo, respectivamente, que possuem mais de dez anos de experiência com bandas de baile e outros estilos. 

Divino e Jarles – Teclados e Trompete, respectivamente – Que participam de diversos projetos na Secretaria de Cultura e também professores de música.

Ederaldo – Bacharel em música, professor da Secretaria de Cultura e maestro da “Big Band”.

Requebra e Genivan– Bateria e Percussão– Também possui mais de dez anos de experiência com bandas em geral. 

A Banda já está se apresentando e você pode entrar em contato nos números abaixo:

0xx(94)-991878011 – Vivo 

0xx(94)-991530502 – TIM

Email: angelicanunesadm@gmail.com


Muito sucesso a todos!

quarta-feira, 22 de abril de 2015

COLUNA DO LEITOR - JUSTIFICATIVA DE VOTO

                   Quero justificar meu voto, senhora Presidenta.


  Antonino Brito.



           Antes de votar em outubro passado, fiz uma reflexão para definir meu voto entre as propostas apresentadas pelos partidos que governam o Brasil nas ultimas décadas. Propostas com um antagonismo claro e evidente a começar por colocar frente a frente protagonistas de regiões com grande diferença na infraestrutura, na educação, na concentração de renda, nas oportunidades de emprego e no Índice de Desenvolvimento Humano; Regiões sul/sudeste e região nordeste. Senão vejamos: o Partido dos Trabalhadores mesmo tendo sido criado em são Paulo, é oriundo das massas nordestinas que migraram para o sudeste em busca de melhoria de vida e ali com o apoio de alguns intelectuais fincaram as bases do partido. Por outro lado o Partido da Social Democracia Brasileira surgiu como uma representação legitima das classes mais abastadas da sociedade, tendo seus representantes oriundos das famílias mais tradicionais da politica e da classe empresarial do país.

       Não coloquei na balança a discussão ideológica e politico partidária já que os dois projetos foram amplamente debatidos e discutidos nas ultimas cinco eleições nacionais por toda a sociedade Brasileira, com resultado de duas vitorias do PSDB e três do PT, demonstrando assim que temos, apesar de nova, uma democracia em fase robusta e a passos largos rumo à consolidação.

    Ative-me somente no campo das realizações dos dois modelos, avaliando quatro das principais áreas e seus pontos de maiores destaques, procurando entender seus impactos na sociedade, para sob minha óptica, decidir o caminho a seguir enquanto cidadão que acredita no crescimento justo do País.

           Principais programas do governo federal entre 1995 e 2002
                                         Área Econômica

*Estabilidade Econômica: ao custo do salto da divida publica de 60 para 245 bilhões de dólares entre 1994 e 2002. Beneficiados: toda população.
*Controle da Inflação: fonte IGP-M: beneficiados: toda população
 1995- 15,25%   //   1998- 1,78%     primeiro governo FHC
 1999- 20,10%   //   2002- 25,31%   Segundo governo FHC
*Proer: Investimento de 20 bilhões de reais: Programa de recuperação de bancos.  Gasto na garantia da segurança bancaria: Beneficiados: Banqueiros Falidos.
*Privatizações: Venda da Telefonia, Setor Elétrico, Vale entre outras Empresas Estatais. Recurso arrecadado 105 bilhões. Meta: pagar a divida externa. Meta não cumprida. Beneficiados: Capital Especulativo Nacional e Internacional.

                                                           Educação

*Fundef: Programa de êxito ao definir pisos de investimentos na educação básica. Beneficiados: toda população.
*Fies: Financiamento estudantil: beneficiados: 200 mil alunos
*Universidade Publica Federal: Meta: Ampliar em 40% o numero de vagas, chegando a 560 mil em curso de graduação em 2002. Beneficiados: Meta não alcançada, menos de 10% de crescimento.
*Ensino Técnico Federal: Fim das Escolas Técnicas Federais: Beneficiados: zero.  Nas 140 escolas existentes não foram contratados nenhum docente ou técnico entre os anos 1995 e 1998.

                                            Saúde

*Medicamentos Genéricos: Programa de redução de preços de medicamentos. Beneficiados: toda população
*Prevenção a AIDS: Beneficiados: toda população
*criação da ANS = Agencia Nacional de Saúde. Agencia reguladora da saúde .

                                            Social

*Programa bolsa alimentação: Beneficiados Meta: Atingir 3.5 milhões de pessoas.
*programa vale gás: 15 reais a cada dois meses: beneficiados. Pessoas com renda menor que meio salário mínimo
*programa bolsa escola: Beneficiados: famílias com renda inferior a meio salario mínimo per capta.
*Programa alimentação saudável: investimento de 12.8 milhões de real ano. Beneficiados: Crianças em estado de subnutrição.

         Principais programas do governo federal entre 2003 e 2014
                                                   Área econômica

*Estabilidade Econômica. Mantida, também a custos elevados. Beneficiados: toda população
*Controle da Inflação: Fonte IGP-M .Beneficiados: toda população
2003= 8.71%    //  2006= 3.83%      primeiro governo Lula
2007= 7.75%   //    2010= 11,32%   segundo governo Lula
2011= 5,09%   //   2014= 3,67%   primeiro governo Dilma
*PAC I :Obras de grande porte, revitalização da indústria naval, desoneração tributaria, estimulo ao credito e financiamentos, aeroportos. Investimento: 503 Bilhões de reais: Beneficiados: Toda população, Indústria, construtoras, bancos e toda cadeia econômica.
*PAC II :Grandes Obras de infraestrutura, minha casa minha vida, luz para todos, doação de Maquinas Pesadas para Prefeituras etc... : Investimento: 1 trilhão 590 bilhões de reais. Beneficiados: Toda população, investidores nacionais e internacionais, grandes empresas nacionais, população rural e toda cadeia econômica.

                                                      Educação

*PNE – Plano Nacional de Educação: Lei de diretrizes da educação.  Beneficiados. Toda população.
*Criação de 18 Universidades Federais: Beneficiados: toda população. Possibilitando a classe media e os pobres cursar universidade federal. Consolidação do ENEM: universalizando as oportunidades de acesso à universidade publica e privada.
*Criação de 422 Escolas Técnica Federal, contratando 12 mil  Docentes e Técnicos e colocando no mercado de trabalho milhares de jovens capacitados tecnicamente: Beneficiados. Empresas, com mão obra mais qualificada. Jovens, com melhores oportunidades emprego e renda. Toda população.
*Fies – Financiamento Estudantil: Beneficiados. Dois milhões de estudantes

                                                          Saúde

*Criação do SAMU : Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Programa que salva milhares de vidas: Beneficiados : toda população.
*Mais Médicos: Contratação de 15 mil Médicos, Brasileiros e de outros Países para atender as regiões mais carentes, zona rural, e periferias das grandes cidades. Beneficiados: População antes excluída do acesso a médicos.
*Programa Saúde da Família. Programa de atendimento Médico e medicamentos na casa do cidadão. Beneficiando idosos e pessoa com dificuldades de ir ao posto medico.
*Programa Farmácia Popular: mais de 100 medicamentos com redução de ate 90 % no preço. Medicamentos gratuitos. Beneficiando doentes crônicos e toda população.

                                                              Social

*Suas – Sistema Único de Assistência Social: Sistema de organização de politicas socioassistenciais do Brasil: Compartilhamento da Gestão Governo e Sociedade Civil.
*Bolsa Família – Programa de distribuição de renda com investimento de bilhões de reais na economia das pequenas cidades. Programa que possibilita a inclusão de milhões de brasileiros na economia do País: Beneficiados diretamente: 30 milhões de pessoas. Economia das cidades com a circulação destes recursos.
*Minha casa minha vida: Programa de habitação social. Investimento: 234 bilhões de reais. Beneficiados diretamente: Dois milhões de famílias. Empresas de construção civil. Trabalhadores da construção Civil. Indústria da construção civil. Toda cadeia produtiva do País.
*Programa de combate a Escravidão / Programa Fome zero.
Para concluir, senhora Presidenta, algumas constatações sobre o Brasil nestes 20 anos.
**Posição no ranking das maiores economias do mundo em 2002 Gov. PSDB = 12*
*Salario Mínimo em relação ao Dólar em 2002 Gov. PSDB86 Dólares.
*Analfabetos em 2002                                              Gov. PSDB=  11.9 %
*Índice de desemprego em 2002        IBGE     Gov. PSDB =   12.4 %
*Reservas internacionais em dólar em 2002       Gov. PSDB=   37 Bilhões
*Classe Média em 2002                                           Gov. PSDB=  67 Milhões de pessoas
**posição no ranking das maiores economias do mundo em 2014 Gov. PT = 7*
*Salario Mínimo em relação ao Dólar em 2014 Gov. PT329 Dólares
*Analfabetos em  2014                                            Gov. PT =   8.3 %
*Índice de desemprego em 2014      IBGE        Gov. PT =   4.8 %
*Reservas internacionais em dólar em 2014       Gov. PT =   380 Bilhões
 *Classe Média em  2014                                         Gov. PT =  108 milhões de pessoas.
       
      Assim sendo, Senhora Presidenta, meu voto é SIM. Voto sim à continuidade do projeto que a senhora representa.


        Viva a democracia, viva o povo Brasileiro.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          

O MISTERIOSO MUNDO DOS MAIAS - MISSÃO MÉXICO

Eleita recentemente uma das novas sete maravilhas do mundo, a pirâmide Kulkucan é um verdadeiro tesouro arqueológico que revela mistérios e segredos da civilização maia. Estudos indicam que esse povo habitou a região que hoje inclui a península de Yucatán, um pedaço do Estado de Chiapas, no México, e partes de Belize, Guatemala e Honduras, uma área equivalente ao tamanho do Estado do Maranhão. Há indícios arqueológicos sobre sua existência desde 1.000 a. C. mas o auge de sua civilização deu-se aproximadamente entre os anos 250 a 900 d. C.

Quem vai ao México atualmente, antes de desfrutar das maravilhosas praias paradisíacas de Cancún, tem que antes, tomar um banho de cultura e história em Chichen Itza, a antiga cidade maia mais famosa da Península de Yucantan. Além da famosa pirâmide de Kulkucan, o visitante encontrará no interior da zona arqueológica o Templo dos Guerreiros, o Observatório, o templo das mil colunas, o Templo do Jaguar e o "Canote Sagrado", onde foram encontrados muitos objetos de cerâmica e pedras preciosas e também esqueletos humanos que eram sacrificados em oferendas ao deus Chac.
Templo das mil colunas

O visitante fica deslumbrado com tamanha sabedoria e conhecimentos daquele povo que vivia em condições tão rudimentares. A evolução era tamanha que chegou-se a acreditar que se tratavam de seres extra-terrestres. 

Astronomia e calendário


Para se ter uma ideia da sabedoria desenvolvida por esse povo, basta observar como eles calculavam o ciclo solar. Sem nenhuma tecnologia, os maias conheciam profundamente os ciclos do Sol, da Lua e de Vênus. Com esse conhecimento, desenvolveram um calendário onde calcularam o ciclo solar em 365,2420 dias. Há pouco tempo, os cientistas constataram, usando poderosos computadores e equipamentos de alta tecnologia que o ano solar é de 365,2422 dias. Uma exatidão impressionante. A pirâmide Kulkukan (homenagem ao deus kulkucan ou serpente emplumada) com seus degraus e formatos representa com exatidão esse ciclo solar. O alinhamento da construção da pirâmide permite observar diversos fenômenos de luz e sombra, os quais ocorrem cada ano no seu próprio corpo durante os equinócios e solstícios. Assim, as grandes esculturas de serpentes emplumadas, que guarnecem a escadaria Norte, devido à forma como as suas sombras se projetam, parecem mover-se durante os equinócios da primavera e do outono.

Alfabeto Maia


Outra grande contribuição para a humanidade deixada pelos maias foi o alfabeto. Com uma escrita altamente complexa, também conhecida como hieróglifos maias, utilizava logogramas complementados por um conjunto de glifos silábicos com função semelhante a atual escrita japonesa. Atualmente o sistema binário utilizado na computação digital é semelhante ao que os Maias usavam em sua escrita dos números.

Destruição do Império Maia


Por volta do ano 900 a civilização Maia sofreu um colapso total. Alguns historiadores atribuem sua extinção a fenômenos climáticos e até a disputas internas. Como viviam numa área inóspita e dependiam da agricultura, as mudanças climáticas teriam contribuído com o deslocamento de grandes massas populacionais e até com crises internas.

O fato é que o que causou a extinção daquela civilização foi a colonização dos espanhóis que de forma violenta e brutal se apoderaram de suas terras, eliminando literalmente a população. Por outro lado, a intolerância religiosa dos colonizadores varreram da face da terra importantes documentos e vestígios culturais daquele povo. Sabe-se que atualmente só existem três manuscritos atribuídos aos maias. 

A atual zona arqueológica de Chichen Itza, onde se localiza a famosa pirâmide, é o que sobrou e está resistindo ao tempo. É uma inesgotável fonte de conhecimento que testemunha sobre as riquezas e os mistérios da civilização Maia. Para quem gosta de História como eu, vale a pena se sacrificar e dar um pulo no México para sentir de perto as vibrações positivas desse inesgotável tesouro e se embriagar de conhecimentos. Tenho certeza que você voltará outra pessoa. Ah! E não custa caro. Sai mais barato do que viajar para Fortaleza.


Depois de um banho de História, você pode se dirigir a Cancún que fica a 200 Km de Chichen Itza e tomar um banho nas águas do mar do Caribe mexicano.


terça-feira, 21 de abril de 2015

INVERSÃO DE VALORES


Do Blog Sol do Carajás


SOL DO CARAJÁS - CENSURADO A PEDIDO DE FLÁVIA DA INTEGRAL, FILHA DO PREFEITO DE PARAUAPEBAS

O Juizado Especial Cível de Parauapebas, nos autos do Processo n° 0000308-27.2015.814.0040, em ação da Sra. FLÁVIA CRISTINA QUEIROZ MARIANO, condenou à revelia o Blog SOL DO CARAJÁS, por seu titular, Lindolfo Mendes, ao pagamento de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), censurando 09 (nove) postagens que tratavam de nepotismo, funcionários fantasmas, gastos sem licitação e atrasos de pagamentos para a UFPA.



As postagens objeto da petição inicial já foram todas excluídas


Postagens tidas como não verdadeiras e ofensivas


As referidas postagens foram tidas como não verdadeiras pela sentença e consideradas ofensivas à filha do prefeito de Parauapebas, Sra. FLÁVIA CRISTINA QUEIROZ MARIANO, mais conhecida como FLÁVIA DA INTEGRAL, que também é secretária municipal de planejamento.


Nepotismo - tem ação judicial


O NEPOTISMO, abordado nas postagens, foi objeto de ação popular com a concessão de liminar judicial, determinando o afastamento da Sra. Flávia do cargo público que então ocupava, veja no site do TJPA: 0007065-71.2014.8.14.0040.


A decisão judicial determinando o afastamento da Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL foi no dia 23 de julho, no dia 24 ela foi exonerada do cargo e, na mesma data, nomeada para secretária municipal de planejamento.


Gastos sem licitação são verdadeiros


A afirmação de que os foram realizados gastos de mais de R$ 500 Milhões sem licitação resulta de consulta no Portal da Transparência e de ações no site do TJPA, nos seguintes processos: 0002197-16.2015.8.14.0040; 0006697-96.2013.8.14.0040; 0007065-71.2014.8.14.0040; 0009475-39.2013.8.14.0040; 0011071-24.2014.8.14.0040; 0008403-80.2014.8.14.0040; 0009352-07.2014.8.14.0040.


Nas ações acima estão relacionados apenas gastos sem licitação questionados em ações populares, com deferimento de liminares judiciais suspendendo os contratos que podem ultrapassar os R$ 200 milhões.


Gasto total sem licitação vai além dos R$ 600 milhões, basta consultar o Portal e o Diário Oficial do Pará.



Wellington Valente: advogado particular do Sr. VALMIR DA INTEGRAL, do
GESMAR ROSA e da Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL, mas contratado sem
licitação pela SAAEP e Câmara de Vereadores


Não bastasse a existência das ações, o próprio advogado da Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL, Dr. Wellington Valente, é sócio de escritório de consultoria jurídica, contratado sem licitação pela SAAEP (autarquia municipal de águas e esgotos) e da Câmara Municipal.


Como tal afirmação não seria verdadeira?


Sentença não apontou quais os termos e as expressões ofensivas utilizadas pelo Blog


A sentença não apontou um termo ou uma expressão que o censurado tenha dirigido à Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL, o que pode-se creditar ao rito do juizado especial que não comporta tema tão complexo e caro à democracia como o é a LIBERDADE DE EXPRESSÃO e o DIREITO À INFORMAÇÃO, ainda mais quando envolve agente político, titular de secretaria municipal.


CENSURA SERÁ OBJETO DE RECURSO



Dr. HELDER IGOR


Dr. HELDER IGOR, competente advogado, está analisado a sentença e o processo, após ingressará com os recursos cabíveis.


Em análise preliminar, em conversa informal, Dr. HELDER informa que há grande possibilidade do recurso ser exitoso.


Para Dr. HELDER, o rito do juizado especial cível não permite que a causa seja debatida com a amplitude que o tema merece, dada sua reconhecida complexidade, ou seja, a liberdade de expressão, envolvendo notícias sobre agente público de um governo e seus direitos de personalidade, associada ao interesse público pela informação, citando inúmeras causas similares que chegam ao Superior Tribunal de Justiça (REsp 1297787/RJ; REsp 680794/PR), mantida a competência do juizado especial sequer se poderá recorrer para aquele Tribunal, diz o advogado, emendando, "como que um tema tão caro à democracia e ao estado de direito pode ficar circunscrito à uma vara do juizado especial de pequenas causas?"

segunda-feira, 20 de abril de 2015

DE VOLTA À REALIDADE

Depois de uns dias no México estamos de volta à realidade da nossa querida Parauapebas. E que realidade! Logo ao pisar no aeroporto de Parauapebas/Carajás um amigo me deu as boas-vindas com notícias alvissareiras, e pela sua empolgação senti que realmente estamos próximos do grande abalo sísmico.

No mais, encontrei tudo como "d'antes no quartel de Abrantes": muito lixo espalhado pelas ruas, gente reclamando da saúde, da crise e boa parte da imprensa retratando o país das maravilhas de Alice. E por falar em Alice, imaginem o seguinte cenário: carros da polícia cheios de agentes e representantes do Ministério Público parando nas casas do prefeito, de alguns secretários, alguns vereadores e empresários e saindo com os camburões cheios de figurões algemados sob os olhares estarrecidos e empolgados da população. Imaginou? Agora tentem imaginar como essa parte da imprensa trataria do fato! Será que iria falar que era um golpe do G-7 contra o prefeito? Será que continuaria a defender o prefeito? Ou será que passaria a linchá-lo impiedosamente? Isso daria uma tese de doutorado. Não sei o que vai acontecer (será?), mas por via das dúvidas estou colecionando matérias de jornais, sites,  blogs, postagens do face, whatsapp, programas de rádio e tv para comparar depois.

Enquete


Antes de viajar deixei no Blog uma enquete com a seguinte pergunta: No atual cenário político de Parauapebas, o que seria melhor? O resultado foi o seguinte:


  • Continuar com o Valmir até o final do mandato - 31%
  • Afastar o Valmir e empossar a vice Ângela - 43%
  • Nenhuma das opções - 17%
  • Tanto faz - 7%
Com esse resultado percebe-se que a situação não anda muito boa para Valmir. Na somatória, ele tem 60% da população que quer vê-lo pelas costas e 7% está incrédulo com a política de Parauapebas. 

Missão México


Quero agradecer aos leitores fiéis que visitaram o Blog mesmo sabendo que eu não escreveria nada nesse período. Avisei que só voltaria a escrever quando retornasse do México, e mesmo assim continuamos com uma frequência de acessos. 

Em retribuição, a partir de terça-feira socializarei com vocês algumas informações sobre minha missão. E como ninguém é de ferro, dei uma esticada em Cancún para conhecer as belezas paradisíacas do Caribe. Agora, com as baterias totalmente recarregadas, estamos prontos para o batente.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Missão México.

O Blog ficará sem postagens até o dia 18 de abril,  período em que estarei no México à trabalho. No entanto, o leitor poderá continuar votando na enquete ao lado até o dia 20 de abril, dia do resultado final. 

Comentários nesse período também serão bem-vindos.  

Agradeço a todos pela compreensão e desejo boas novidades a nossa querida Parauapebas.

PREFEITURA DE PARAUAPEBAS EM CRISE

Há quem seja tão otimista que acredite que a ação do G-7 não dará em nada e que o Valmir continuará firme e forte no comando da máquina administrativa. O próprio prefeito orientou seus assessores a agirem como se nada tivesse acontecendo e a fingirem que nem um perigo ronda o Morro dos Ventos. Mas é tudo fachada. O alto escalão da prefeitura não está dormindo e está agindo de forma emotiva e cometendo erros grosseiros. A primeira demonstração de desespero é a perseguição à empresários opositores do governo. Várias empresas receberam nos últimos quinze dias multas milionárias que chegam a serem ridículas, numa tentativa desesperada de intimidação.

A verdade é que o governo como um todo está com as barbas de molho, pois a ação do G-7 mexeu com suas estruturas e atiçou os brios dos órgãos de justiça do Pará. O grupo formalizou denúncias graves em todos os setores possíveis e provocou o início de um terremoto. Agora, nem que não queiram, mesmo que achem Parauapebas um lugar no fim do mundo que não está na prioridade do Ministério Público, o fogo já foi aceso. A situação apresentada é tão escandalosa que torna-se impossível que continue no esquecimento. Portanto, para quem ache que o terremoto já passou, é melhor ficar atento, pois o abalo ainda nem começou e poderá ressurgir com força total a qualquer momento. 

Quem poderá ficar com situação bem complicada é João do Feijão, pois assinou todas as denúncias apresentadas contrta o prefeito Valmir. Agora poderá ter que dar explicações sobre as motivações que fizeram-no mudar de idéia. É aguardar para ver.

A crise


O Valmir gastou muito e gastou mal. Esse ano ele já está colhendo os frutos desse mal plantio. As obras iniciadas estão paradas e completamente abandonadas a exemplo da duplicação da PA e do sistema de abastecimento de água. Na sessão do dia 7 de abril os vereadores mostraram reservatórios que foram construidos e abandonados e que estão se deteriorando por falta de uso. Caixa d'água vazia racha.

E para piorar a crise, várias escolas municipais tiveram os telefones cortados por falta de pagamento. Ontem fomos informados que a SEMOB teve sua energia cortada também por falta de pagamento e há ameaça de corte de energia também no SAAEPP.

É notório, transparente e óbvio que cada dia que o Valmir continua no comando da prefeitura aumenta o prejuízo da população. Parauapebas padece com tanta falta de habilidade administrativa, com tanto descaso e desrespeito com a coisa pública. Esperamos que essa situação não se prolongue muito, pois quem está pagando essa conta como sempre, somos nós.

terça-feira, 7 de abril de 2015

VALMIR OU ÂNGELA?





                    X





Ultimamente esse tema é recorrente e inevitável em todos os círculos e botecos de Parauapebas. Após o episódio do afastamento do prefeito Valmir (afastamento esse que não se tornou fato até agora), a população faz essa comparação: o que seria melhor? Deixar o Valmir Mariano concluir o mandato até o final apesar dos escândalos ou entregar o poder à vice-prefeita Ângela?

Percebemos que, apesar da grande rejeição do prefeito Valmir, a população não ficou muito empolgada com a troca de prefeito. Notamos que a vice-prefeita Ângela não conseguiu conquistar a confiança do povo e não conseguiu fazer que esse se empolgasse a ponto de se envolver politicamente nessa causa. O que vimos foi muita apatia política, coisa que é estranha no cenário político de Parauapebas.

Será o que se passa na cabeça de nossa população? Seria aquele velho dilema de escolher entre pular da frigideira e cair na brasa? O que se passa pela cabeça de nosso povo? Seria um processo de desconfiança diante dos exemplos que os políticos têm dado ultimamente? 

Quero deixar registrado que esse blogger não tem preferência por ambos. Minha única opção é ver encerrado esse círculo de atraso, violência e corrupção que Parauapebas foi submetido. 

Para dirimir essa dúvida colocamos uma enquete no blog. Vá para a parte superior do lado direito e dê seu voto. Diante do atual cenário político, na sua opinião o que seria melhor para Parauapebas? Vote e acompanhe o resultado. A enquete encerrará no dia 20 de abril.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

O PULO DO GATO - COMO VALMIR CONSEGUIU SAIR DO SEU INFERNO ASTRAL?

Ainda repercute em nossa cidade o processo que culminou com o afastamento do Valmir por oito vereadores no início de março. Nesse período ouvimos todos os tipos de questionamentos possíveis e entendemos melhor como é a lógica política que prevalece em Parauapebas.  O prefeito Valmir por exemplo vivia seu pior momento político e era escrachado e execrado publicamente por todos, e em pequenos círculos, quase em segredo era escrachado até por seu secretariado. Na Câmara, até a sua base governista já demonstrava publicamente que não tolerava mais o velho alcaide.

Após o processo de afastamento do Valmir, ele conseguiu dar uma guinada espetacular. Quando se viu acuado e cercado somente por um pequeno grupo de lacaios, resolveu reagir. A primeira medida foi acertar as contas e abrir a sacola mágica para a imprensa. Foi uma mágica espetacular o que assistimos e ouvimos no mês de março: o prefeito que nunca deu bolas para a imprensa, agora estava concedendo entrevistas, gravando mensagens e manifestos diversos. Por outro lado, setores da imprensa que antes odiavam o prefeito passaram a amá-lo incondicionalmente. Era patético e constrangedor ver ou ouvir uma entrevista do Valmir onde o entrevistador agia como um garoto propaganda tentando agradar sua estrela vaidosa. Até o próprio Valmir se demonstrou irritado com tanta bajulação de pessoas que anteriormente o crucificavam.

Outra estratégia do Valmir foi convocar todas as entidades que possuem convênio com a prefeitura para comparecerem ao gabinete, e, "espontaneamente" declarar apoio ao prefeito. Como coincidiu com o período de assinatura para renovação dos convênios, o prefeito usou essa artimanha sem nenhum escrúpulo para forçar essa demonstração de apoio. A estratégia deu certo e vimos várias lideranças com um sorriso constrangido posando para foto ao lado do prefeito.

Muitos faziam a mesma pergunta: como é que um prefeito afastado pela maioria dos vereadores consegue permanecer no comando do município? Seria Parauapebas uma cidade sem leis? Por quê a justiça não se posiciona? Essas perguntas não são tão fáceis de serem respondidas. O fato é que o prefeito Valmir foi meio louco e sua loucura deu certo, pelo menos por enquanto. As consequências futuras poderão ser desastrosas, mas por enquanto ele conseguiu uma vitória nessa longa batalha. Com a grande exposição na mídia, o Valmir conseguiu a tolerância de parte da população e conseguiu fixar o discurso de que estava sendo vítima de golpe arquitetado por pessoas sedentas de poder.

Por outro lado, a oposição comandada pelo G-8 (agora G-7) ficou desnorteada e desorientada. O grupo não traçou uma estratégia e nem sequer recorreu a justiça para garantir a posse da vice-prefeita Ângela. Como não entrou com um mandado de segurança, "tudo ficou como d'antes no quartel de Abrantes", ou seja, tudo continua na mesma. Por que o G-8 não entrou com o mandado de segurança contra o Valmir? Isso é um mistério que nem um advogado entende. Não sabemos se se trata de uma estratégia do advogado do G-7 - o Dr. Inocêncio - ou se foi por insegurança ou inocência. O fato é que o grupo perdeu o precioso tempo e possibilitou a rearticulação do Valmir. Eu só tenho certeza de uma coisa: aqui no Pará a justiça só é implacável com os municípios pobres. 

Leia amanhã: Valmir ou Ângela?  Quem seria melhor para Parauapebas?

domingo, 5 de abril de 2015

O Jesus que não vai ressuscitar


Por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania:



Se o Brasil precisava de um simbolismo para alertar a sociedade quanto à ascensão dessa direita hidrófoba, racista, misógina, homofóbica que estamos vendo, não precisa mais.

Escrevo no domingo de Páscoa. Hoje, pela fé cristã, a ressureição de Jesus Cristo completou 1982 anos. Filho da mulher chamada Maria, tombou vitimado pela ignorância, pela covardia e pela mesma ferocidade humana que quase dois milênios depois levaram um Jesus de novo.

O Jesus que a iniquidade humana levou na semana passada não era Cristo, não era loiro, branco nem adulto; era Ferreira, era negro e era uma criança.

O Jesus que um arremedo de homem levou não curou enfermos, não transformou água em vinho, não operou qualquer milagre. Apesar de também ter nascido de uma mulher chamada Maria, não deixou “salvação” com a sua morte.

Ao contrário: a morte do menino nos imputa culpa. Somos culpados, os brasileiros, por permitirmos que o fascismo tenha ascendido ao ponto de estarmos discutindo o encarceramento de jovens que deveríamos educar.

À semelhança de Jesus Cristo, porém, Jesus Ferreira também virou vítima da difamação: ontem, pelos Romanos; hoje, pela direita furibunda que vai se apossando da nação: estão espalhando por aí que a criança morta pelo Estado era criminosa.

Arremedos de seres humanos espalharam pelas redes sociais imagem de um garoto do mesmo porte físico de Jesus segurando um fuzil, tentando fazer crer que um e outro são a mesma pessoa.



Suspeita-se que a trapaça tenha sido urdida pelos defensores da redução da maioridade penal, que querem justificar a própria estupidez com uma mentira tão hedionda que obrigou a professora do Jesus contemporâneo a vir a público esclarecer que seu aluno não era bandido.



Apesar de algumas poucas semelhanças, as enormes diferenças entre o Jesus bíblico e o Jesus contemporâneo se completam com a não-ressurreição de Jesus Ferreira. Ele não ressuscitará ao terceiro dia. Nem nunca. A menos que não deixemos sua lembrança morrer.

Em um tempo em que os ideais são tão escassos, porém, tal esperança parece otimismo exagerado.

Como esperar que o simbolismo impressionante da morte do Jesus carioca ajude a salvar não a humanidade, mas o país dessas bestas-feras que querem jogar crianças em masmorras medievais? Estamos caminhando para a estupidez, não para a sabedoria.

Perdoe-me, leitor, mas não tenho mais esperança. Vendo o mundo vil que temos hoje, a conclusão parece inescapável: Jesus Cristo, há 1982 anos, morreu em vão tanto quanto Jesus Ferreira, semana passada.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

SESSÃO DE 31 DE MARÇO - VALMIR AGRADECE AO PT

Na sessão de ontem, 31 de março de 2015 podemos dizer que a Câmara voltou ao seu normal. Nada de novidade, nada de grandes emoções e nada de debates políticos. Apenas a velha câmara com vereadores aprovando requerimentos que vão direto para a máquina de picar papel do prefeito. O mesmo circo, a mesma representação de sempre, a mesma falsa harmonia em nome de uma suposta governabilidade.

Quero deixar claro que não tenho nada contra os requerimentos. Este é um instrumento importante no parlamento, pois deve refletir a vontade do povo manifestada através dos vereadores. Mas vamos combinar! Quantos requerimentos já foram aprovados até hoje nesses dois anos de mandato e quantos viraram ações do poder executivo? Fazendo aqui uma continha rápida, chegamos a um total de 1200 (mil e duzentos) requerimentos, e desses apenas uns vinte foram executados pelo prefeito. Ou seja: requerimento virou uma forma do vereador mostrar para a sociedade que está trabalhando. Muitos estufam o peito e falam: "já apresentei 200 requerimentos". O fato é que a câmara está tão desacreditada que os vereadores não tem força nem para cobrar do prefeito que leve a sério seus requerimentos. Alguns ficam se lamentando e chorando nas sessões, mas não passa disso.

Posse do Zacarias


De novidade mesmo ontem foi só a posse do Zacarias que assume provisoriamente a vaga que foi abandonada pelo João do Feijão. No seu discurso de posse começou ameaçando os Blogs. Falou que cada comentário "maldoso" publicado em um Blog, será um processo na justiça. Cuidado blogueiros de plantão. Não mexam com o Zaca ou vocês vão ter sérios problemas com a justiça. O homem não tá brincando não. Fora esse "aviso" aos blogueiros o Zacarias não fez um grande discurso como se esperava para uma posse. Talvez esteja desmotivado pelo fato de não saber quantos dias durará no cargo pois depende do humor do Feijão e do Valmir. Vixe! Já estou falando demais. Deixa eu parar por aqui senão serei o primeiro a ser processado.

Valmir volta a ter maioria. Viva o PT!


Após a debandada dos vereadores que cansaram de servirem de palhaços para o prefeito, que cansaram de serem humilhados e pisados, ontem o Valmir voltou a ter maioria na câmara. Assim, a sessão voltou a ser chata novamente. Assim voltou a reinar o pacto da harmonia, ou pacto da hipocrisia. E quem diria! O Valmir voltou a ter maioria graças aos dois vereadores do PT Euzébio e Miquinhas. Que contradição! O partido que seria o principal opositor do governo Valmir é o que está segurando sua barra, que está garantindo que ele continue destruindo o município. Os dois petistas estão garantindo que o Valmir continue esculhambando com o Poder Legislativo e não faça sequer uma prestação de contas que é uma obrigação legal básica. O PT através dos seus vereadores Euzébio e Miquinhas está garantindo que o Valmir continue passando por cima da lei e não preste contas a população dos seus atos, mesmo apesar de tantas denúncias escancaradas de corrupção. 

Se o principal partido que deveria fazer oposição está garantindo os desmandos do prefeito, então para que reclamar? Deixa o "homi trabaiá" como dizia um vereador. Para que importuná-lo com Polícia Federal ou com Ministério Público?

Quanto vale um vereador petista?


Na cidade dos milhões não é novidade essa história de compra e venda de vereadores. João do Feijão não foi o primeiro a deixar o mandato por alguma motivação não republicana. Já tivemos uns quatro até aqui. Também já tivemos mais de três dezenas que mudaram de lado repentinamente sem nenhum motivo aparente. Só nessa legislatura tivemos seis que chamavam Valmir de caloteiro e logo após a eleição foram beijar suas mãos. Coisa da política como diria um incauto legislador.

Dizem as más línguas que um vereador está valendo atualmente de R$ 2 a 3 milhões. Só as más línguas mesmo, porque eu não sou doido de dizer e ninguém tem prova. Mas uma coisa eu posso afirmar: os dois vereadores petistas Euzébio e Miquinha não estão valendo nada na cotação do prefeito. Ao contrário dos demais que negociaram secretarias de porteira fechada, os dois dão sustentação política ao prefeito e são os fiéis da balança a troco apenas de um afago e um beijo na cabeleira.

Será que o PT de Parauapebas vai reagir?


Um partido que já governou Parauapebas por dois mandatos, que tem o nome mais forte para voltar ao Palácio dos Ventos em 2016 não deixaria isso barato. Já se fala até em expulsão e perda de mandato dos desobedientes que insistem em apoiar a corrupção. Mas daí isso se concretizar é outra história. A militância já está se mexendo. Ontem na sessão houve até bate-boca entre Miquinha e alguns filiados em plena tribuna. Vamos aguardar e ver no que isso vai dar.

Boa Semana Santa e boa Páscoa a todos. E para Euzébio e Miquinha um beijo na careca. Não fiquem zangados companheiros. Quem sabe o coelhinho façam vocês refletirem!